Em vídeo, Luciano Huck se pronuncia a respeito de Jair Bolsonaro

Em vídeo, Luciano Huck se pronuncia a respeito de Jair Bolsonaro


O apresentador também revelou que nunca votou no PT e que jamais votaria

O apresentador Global Luciano Hucknão é uma figura desconhecida do meio político, com muitas amizades entre empresários e chefes de poderes do estado, o artista resolveu se pronunciar sobre a reta final das Eleições presidenciais do segundo turno, 2018.
O vídeo gravado e publicado em suas redes sociais no dia 20 de outubro se disseminou pela internet devida as declarações feitas. É possível verificar em suas falas que o apresentador não está apoiando nenhum dos candidatos, no entanto, segundo Huck, o presidenciável do PSL tem a "chance de ressignificar apolítica" brasileira caso seja eleito. Luciano chegou a pretender a vaga de presidente, mas quando a TV Globo deu sua data final para a decisão de sua candidatura, sua escolha foi continuar sendo apresentador e acompanhar o meio político pelos bastidores.
No vídeo, Luciano Huck revela que Bolsonaro tem a chance de mudar a política brasileira a partir de primeiro de janeiro. Diz ainda que nunca votou em candidatos do PT e que jamais votaria. O vídeo está sendo compartilhado, em massa, por apoiadores do PSL, que já vem fazendo campanha nas redes sociais para Bolsonaro desde o início da corrida presidencial.
"Não sou a favor de nenhum candidato, pelo amor de Deus", explica Huck tentando se esquivar de uma possível ideia de apoio a Bolsonaro. Ele apenas estava fazendo uma análise sobre os ocorridos na política nos últimos tempos e como qualquer cidadão tem direito de explicitar sua opinião. Ao longo do vídeo o apresentador passa a ideia que não apoia nenhum candidato a presidência, mas revela que não votaria no Haddad. Seu posicionamento ainda afirma que Jair Bolsonaro pode realizar uma grande mudança no Brasil, se eleito presidente.

Segundo ele o povo está tendo a chance de amadurecer suas convicções. Finalizando, revela que é momento de aguardar.
"Acho que a gente tem que ter um discurso de todo mundo junto". É o momento de parar com brigas por causa de política, o resultado será no dia 28 de outubro e a responsabilidade da apuração será de toda a nação, independentemente em quem tenha votado. Após o momento das urnas, as pessoas devem se unir, pois o vencedor será a democracia que deve ser respeitada e apoiada. O posicionamento do Global é que a cadeira de presidente é o cargo com maior importância para a nação brasileira e por isso, seja quem for que o ocupe, deve representar os anseios do povo. Huck, ainda, faz algumas críticas as propostas do candidato [VIDEO] Jair Bolsonaro, que deveriam ser repensadas.

Postar um comentário

0 Comentários